19.90€ 17.91 
Titulo Oliver Twist
Autores Charles Dickens, George Cruikshank (Ilustrador), G. K. Chesterton
Género
Romance
Proposto por
Pedro Bernardo
Editor
Pedro Bernardo
Formato
15,5x23,5 cm
N.º Páginas
420
Data
Junho de 2017
ISBN
978-989-99715-9-2
Notas
A saga do órfão Oliver Twist na sua progressão por um mundo desumano onde, mesmo assim, existe sempre a esperança.
«Este é o segundo romance de Charles Dickens, inspirado, como outros, nas suas experiências de criança e jovem como trabalhador numa sociedade industrial em expansão que não deixava espaço para o ser humano.» David Lodge

Oliver Twist é um órfão numa sociedade britâncica em plena Revolução Industrial. Até ao final da sua infância, Oliver é vendido, transaccionado e usado como se de um produto ou um escravo se tratasse.

Da sua passagem pelo orfanato gerido por um regime opressivo é vendido como aprendiz de cangalheiro. Os maus-tratos sucedem-se e Oliver consegue fugir para a metrópole, Londes, a capital do maior império à face da terra e onde a vida humana continua a valer menos do que a mais pequena das moedas.

Para sobreviver, Oliver junta-se a um grupo de miúdos carteiristas que percorrem as ruas de Londes ao serviço do pérfido Fagin.

Apesar de tudo há sempre espaço para a amizade e a esperança, e quando tudo parece perdido vê-se uma luz ao fundo do túnel.

«O sucesso da escrita e dos personagens de Dickens é a sua universalidade. Cada leitor sente uma injustiça cometida contra Oliver Twist como uma injustiça contra si próprio. Cada leitor sente que a sociedade procura esmagar os seus sonhos como esmaga os do pequeno Oliver.» J. Hillis Miller

 
Charles Dickens (1812-1870) é reconhecido hoje como o primeiro escritor de real projecção global.
Criou algumas das mais imorredoiras personagens literárias de todos os tempos e foi um dos mais importantes pioneiros dos direitos da criança.
 
Dickens teve de abandonar a escola para trabalhar numa fábrica quando o seu pai foi preso por dívidas. Essa realidade marcou-o e é a temática principal de algumas das suas obras.

Apesar da falta de instrução formal, foi director do mais importante jornal literário do seu tempo durante mais de 20 anos, escreveu 15 romances, alguns dos quais apresentaram personagens que, mesmo quem nunca os leu, reconhece hoje em dia, várias novelas e largas centenas de contos, ensaios e artigos.

Foi um famoso orador, defensor dos direitos das crianças, no que foi um dos pioneiros em Inglaterra, e agiador social, reivindicando o direito à condição humana que a era industrial  parecia apostada em destruir.
Sem informação.
Esta obra contém as ilustrações originais de George Cruikshank criadas para a publicação original que apareceu em capítulos em revistas ao longo de vários meses.
Venha construir esta editora connosco