11.00€9.90€
Titulo Como Ela Morre / Sopro
Autor Tiago Rodrigues
Colecção
Textos de teatro
Género
Teatro
Proposto por
TNDMII
Editor
José Carlos Alfaro
Formato
13 x 20 cm
N.º Páginas
156
ISBN
978-989-8349-53-8
É preciso preservar os momentos em que nos dedicamos aos mistérios, em que nos encontramos e dizemos: aqui estamos, talvez poucos, mas certos de que, perante a perspetiva da morte, escolhemos ficar na vida.
E sussurrar em vez de gritar, recusar o ruído do mundo, escutar a respiração que emerge do silêncio e que sempre esteve lá, mesmo quando não a queríamos ouvir. Preservar os lugares onde podemos ouvir o vento, o sopro do pensamento, o espírito do lugar, o momento breve e irrepetível em que nos vemos pela primeira vez. E, sobretudo, não morrer.
Tiago Rodrigues é um actor, encenador e dramaturgo português.
A principal ambição do ator português Tiago Rodrigues é trabalhar com pessoas que se querem juntar e inventar espetáculos. O seu encontro com a tg STAN em 1997, quando tinha apenas 20 anos, confirmou definitivamente o seu apego à ausência de hierarquia num grupo criativo. A liberdade de interpretação e de decisão que lhe foram dadas nessa altura influenciariam para sempre os seus espetáculos. Assim, Tiago Rodrigues deu por si, repetidamente e cedo na sua carreira, numa posição de instigador, e pouco a pouco veio a encenar e a escrever projetos nos quais foi «tropeçando». Em paralelo, também escreveu argumentos, artigos, poemas, prefácios, textos de opinião, etc. Em 2003, fundou com Magda Bizarro a companhia Mundo Perfeito, com a qual criou muitos espetáculos sem se instalar num lugar específico, tornando-se convidado de variadas instituições nacionais e
internacionais. Em França, entre outros trabalhos, apresentou no Festival d’Avignon a sua versão
portuguesa de António e Cleópatra de William Shakespeare (2015) e Sopro (2017). A peça By Heart esteve também no Théâtre de la Bastille (2014), que o convidou, durante a primavera de 2016, para «ocupar» o espaço durante dois meses, período durante o qual criou Bovary. Diretor desde 2014 do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, Tiago Rodrigues continua a criar espetáculos usando os meios limitados de que se apropriou para construir a sua sintaxe artística. A uma escala maior, tornou-se um construtor de pontes entre cidades e países, sendo ao mesmo tempo anfitrião e defensor de um teatro vivo. Tiago Rodrigues é candidato ao Prix Europe Nouvelles Réalités Théâtrales XIV.
Sem informação.
Sem informação
Venha construir esta editora connosco